RESULTADOS

Marketing

Relatório de Desempenho de Redes Sociais

Relatório de Analitics

Gerenciador de Negócios do Facebook e Instagram

Gestão

Acompanhamento de Apontamento e Resultados​

Analise de Resultados para Orientação

1/1
“Você não pode impor a produtividade, você deve fornecer as ferramentas para permitir que as pessoas se transformem no seu melhor.”

Confúcio

Relatórios e Resultados
stadistics.png
analysis.png

Business Intelligence é usar da coleta de dados, organização, análise, ação e monitoramento para tomar melhores decisões e saber se os investimentos feitos estão trazendo bons resultados.

Por muito tempo, as empresas tomaram decisões importantes baseadas apenas na intuição de seus líderes, o que tinha como guia suas experiências passadas e conhecimento do mercado.

Apesar de impérios terem sido construídos assim, o avanço da tecnologia e os resultados que isso trouxe (aumento da competitividade, surgimento de novos mercados, etc.) tornou o cenário de negócios muito mais competitivo.

Assim, se fazia necessário encontrar uma forma mais inteligente e consistente de tomar decisões, uma que não dependesse tanto da capacidade dedutiva de gestores e diretores executivos para funcionar de forma sistemática e escalável.

Entendendo-se que boas escolhas dependem das informações certas, surgiu uma série de conceitos que permitem coletar, gerenciar e distribuir os dados de uma empresa para transformá-los em insights.

Esses conceitos formam o que conhecemos hoje como Business Intelligence. Entenda melhor do que se trata e como usar na sua empresa para torná-la mais eficiente.

O Business Intelligence utiliza dados para gerar inteligência de mercado e ajudar gestores a tomarem decisões mais corretas e embasadas em suas organizações. Por isso, os relatórios gerenciais são tão importantes no meio empresarial: quanto mais eficientes e objetivos eles são, mais fácil é para as empresas tomarem decisões acertadas.

Empresas, como a Toyota Estados Unidos, implementaram soluções de BI para integrar todos os seus serviços, otimizando a operação geral da montadora, desde a fabricação dos carros, a logística de entrega e o expediente dos funcionários, gerando um ROI de 506% sobre o custo de implantação de relatórios gerenciais mais precisos.

Quer saber também como gerar relatórios gerenciais mais eficientes na sua empresa? Então confira as 4 dicas que separamos para você!

1. Seja objetivo

Objetividade é tudo, principalmente na gestão empresarial. Relatórios gerenciais bem-feitos devem ser sucintos, objetivos e apresentar todos os pontos que devem ser abordados de forma clara e relevante.

Um relatório prolixo, de várias páginas, dados e metodologias que poderiam ter sido arquivados no caso de análises mais detalhadas, como auditorias, pode ser uma perda de tempo e fazer com que as ações que deveriam ser tomadas com maior rapidez, sejam postergadas. Por isso mire no problema que o relatório tem o objetivo de abordar.

2. Foque no problema e analise as suas causas

Mesmo um artigo científico, que utiliza várias metodologias, referências e teorias para ser construído, parte desse mesmo princípio: ele apresenta um problema ou questionamento e todo o esforço desprendido durante a sua execução é para apresentar análises que possam corroborar com ele ou refutá-lo.

Um relatório gerencial deve funcionar da mesma forma, mas com um viés objetivo. Para isso, foque no problema a ser resolvido, analise as causas de forma concreta e apresente possíveis soluções, com transparência e usando o detalhamento necessário, incluindo somente os dados realmente relevantes.

3. Inclua informações realmente relevantes

Um dos maiores erros cometidos por empresas que começam a usar estratégias guiadas por dados e Business Intelligence é colher dados em demasia. Esse problema pode afetar de maneira expressiva a tomada de decisão por parte dos gestores.

Por isso, é importante que, antes da captação dos dados que serão utilizados para a produção dos relatórios gerenciais, seja produzido um planejamento estratégico. É por meio dele, e conhecendo as informações mais importantes sobre o seu ramo de negócio, que serão definidos quais dados e Key Performance Indicators (KPIs) são importantes para o seu ramo de negócio e devem, ou não, ser colhidos e armazenados.

4. Saiba escolher os indicadores

Os KPIs, ou Indicadores-chave de Desempenho, são usados em várias áreas do planejamento estratégico de uma empresa, seja para vendas, marketing ou decisões gerenciais. A partir deles é que são traçadas as diretrizes que serão seguidas pela empresa de forma macro, como um todo, e também em cada setor.

Implantar uma estratégia de dados, com a geração de relatórios gerenciais preciso e objetivos, é crucial para garantir a produtividade e competitividade das empresas atualmente. Por isso, atualmente, existem várias empresas que realizam a assessoria especializada nesse setor, com profissionais experientes, estrutura e soluções adequadas, o que diminui a possibilidade de erros e confere mais confiabilidade e agilidade na adoção de relatórios gerenciais